Quinta-feira, 15 de Janeiro de 2009

Confissões

Hoje apetece-me falar sobre mim, apetece-me levantar um pouco o véu. 

Ando a sentir-me sem energia, desanimada com a vida. O meu home com a coluna fracturada, com alguns meses de recuperação pela frente. Faltavam um dia e algumas horas para irmos de férias uma semaninha para o Algarve (vamos sempre no final do ano e em época baixa, que fica muitíssimo mais barato), quando ele sofreu a fractura, consequência de um acidente de trabalho, escusado será dizer que o ordenado dele é o pilar de sustentação da nossa vida, agora recebe através do seguro 70% e as ajudas de custo nem vê-las, ou seja uma miséria ao final do mês a juntar á miséria do meu ordenado, sim porque além da minha profissão ser pouco reconhecida, ainda sou mulher e não me venham com coisas porque a descriminação a esse nível e muitos outros continua, resumindo farto-me de esticar, esticar o orçamento.

Estou cansada fisicamente e psiquicamente, desanimada com o trabalho e farta de trabalhar dia após dia e não conseguir ter aquilo que quero, eu sei que sou muito exigente e quero sempre mais e mais, mas se eu me esforço e dou o meu melhor, porque razão não consigo ver algum tipo de recompensa?! Isto desanima, além do cansaço que trago por não conseguir ter umas férias decentes á pelo menos dois anos, precisava de um tempo livre para mim, se é que me entendem? Há épocas em que não vejo sentido na vida, andamos aqui a trabalhar, para pagar as contas e conseguir comer, então mas isto serve para quê? Para nos desgastarmos por nada? Tenho que pensar mais fundo para ver um sentido nisto tudo, será que todos são assim? Tenho que me agarrar áqueles pequenos momentos de alegria, quando convivemos com as pessoas que gostam de nós, tenho que olhar para aquilo que eu já consegui conquistar na vida, tenho que pensar que tenho muita sorte por ter onde morar, por ter o que comer, por ter um emprego apesar de não me fazer sentir realizada profissionalmente, por ter uns pais fantásticos que são o meu pilar, por ter amigos e saúde, quando há muitas pessoas que nem estas pequenas coisas essenciais á vida têm. É isto que me dá garra e força para aguentar o cansaço, para continuar a lutar nesta vida, para nunca desistir de concretizar meus ideais e sobretudo ter esperança de ver um mundo melhor, onde as pessoas se entreajudem em vez de perderem tempo a criticar a vida dos outros e tornem tudo bem mais fácil!

A esperança será sempre a última a morrer!

 

I'm: esperançosa
publicado por koalasorridente às 10:58
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De mother_24 a 15 de Janeiro de 2009 às 14:57
Ai gaja... e não estamos todos assim... acho que acabas-te de referir todos os pontos positivos aos quais tens é de tonmar atenção e esquecer os outros todos...

é lixado o home estar assim e por isso as férias terem ido á vida, mas ele recuperará mais tarde ou mais cedo e vocês vão sim ter érias...

tás a precisar era de mimo, muito :)
mas sim, compreendo-te muitooooooo bem

jocas pariga


Comentar post

."je"

.pesquisar

 

.Novembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


.últimas da Koala

. Cá ando eu pela vida fora...

. Regressei...

. Alguns Pormenores...

. Desaparecida em combate!

. BOM ANO NOVO!!!

. Xô nervos, xô...

. Façam aqui figas comigo!

. ...e esperar....

. ...e como o prometido é d...

. Novidades!

.Arquivo Koalicia

. Novembro 2011

. Abril 2011

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

.tags

. todas as tags

.Couscuvelhices Koalicias

.Ajude!

.Os que já foram apanhados a espreitar

AmazingCounters.com
Seventh Avenue Jewelry

.A espreitar a koala

online
blogs SAPO

.subscrever feeds